kelly kerida



Rebloggato da temploculturaldelfos
Pode-se pecar por excesso de loquacidade e por excesso de reticência. Eu não queria dizer que é necessário esconder as fontes da ciência. Isso me parece antes um grande mal. Queria dizer que, em se tratando de arcanos dos quais pode nascer tanto o bem como o mal, o sábio tem o direito e o dever de usar uma linguagem obscura, compreensível somente a seus pares. O caminho da ciência é difícil e é difícil distinguir nele o bem do mal. E freqüentemente os sábios dos novos tempos são apenas anões em cima dos ombros de anões. O limite entre o veneno e o remédio é bastante tênue, os gregos chamavam a ambos de Pharmacon. Umberto Eco, no livro “O nome da Rosa” (via temploculturaldelfos)

(via temploculturaldelfos)

Rebloggato da panseradrino

Rebloggato da autremondeimagination
Rebloggato da twitterprints

Rebloggato da malifiquei
Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Augusto Cury. (via velhocaos)

(Fonte: malifiquei, via velhocaos)

Rebloggato da sefodas
sefodas:

😐

sefodas:

😐

Fernando Pessoa


 Qualquer Música 
 

QUALQUER MÚSICA, ah, qualquer, 
Logo que me tire da alma 
Esta incerteza que quer 
Qualquer impossível calma!

Qualquer música - guitarra, 
Viola, harmônio, realejo… 
Um canto que se desgarra… 
Um sonho em que nada vejo…

Qualquer coisa que não vida! 
Jota, fado, a confusão 
Da última dança vivida… 
Que eu não sinta o coração!

Rebloggato da vscograam
Rebloggato da ill-missyou
Se você ama uma flor, não a colha. Porque, se você colhê-la ela morre e deixa de ser o que você ama. Então, se você ama a flor, deixe-a estar. O amor não está na posse. O amor está na apreciação. Osho. (via inverbos)

(Fonte: ill-missyou, via camisadevenus)

Rebloggato da autremondeimagination